Sindicato vai à justiça e impede punição aos rodoviários que aderiram à greve.